logo-site

Itacaré

Praia de Jeribucaçu é uma das opções de ecoturismo em Itacaré. Foto: Mário Nogueira

Pelas terras, pelas águas, pelas estradas e também pela gastronomia, onde a riqueza é a simplicidade de sua gente. Com raízes fincadas na identidade do Litoral Sul, a cidade de Itacaré há três anos entrou na rota do turismo gastronômico da Bahia, dando espaço a agricultura familiar e aproximando o turista aos produtos locais que revelam segredos da história e da cultura do município.

Continue Lendo…

Gostou do Post? Compartilhe:

Sobradinho

29 de outubro de 2016
Sobradinho

Sobradinho

A maior atração turística deste município é o Lago do Sobradinho, considerado o maior lago artificial do mundo. Tem uma área de 4 mil quilômetros quadrados de espelho d´água e capacidade de armazenamento de 34 bilhões de metros cúbicos de água, oriundas do Rio São Francisco. A facilidade de acesso ao público incentivou a prática de esportes náuticos, os quais vêm se intensificando, especialmente a vela-hobbie-cat, laser, wind-surf e jet-ski. A pesca do surubim é outra atividade de lazer que atrai pescadores amadores e profissionais, além de ser uma importante atividade econômica. Depois de preparado à moda local, o pescado ainda vale uma bela refeição.

Gostou do Post? Compartilhe:

Sento Sé

29 de outubro de 2016
Sento Sé

Sento Sé

O município de Sento-Sé (BA), a 689 km da capital do estado comemora nesta quarta-feira (06), 184 anos de emancipação política. Localizado no Norte da Bahia, às margens do lago de Sobradinho, na região do São Francisco, a cidade é cercada de um lado pelo Velho Chico e do outro por serras.Nas comemorações de mais um ano de emancipação política, o município faz um breve retrospecto das conquistas desta gestão na área de infraestrutura urbana como: as obras de pavimentação asfáltica do centro comercial e das ruas, construção de ginásios de esportes, praças, unidades de saúde, escolas, duplicação e urbanização da entrada da cidade.

Gostou do Post? Compartilhe:

Juazeiro

29 de outubro de 2016
Juazeiro

Juazeiro

Do antigo “porto de passagem” de tropeiros e comerciantes que se embrenharam pelo sertão, ficaram, para o registro histórico, os frondosos pés de juazeiro – nome que deu origem ao município – e alguns monumentos da arquitetura civil do século passado. Um próspero comércio se desenvolveu às margens do Rio São Francisco, no principal ponto de divisa entre os estados da Bahia e Pernambuco. Juazeiro transformou-se em um moderno pólo agro-industrial, com intensa atividade de exportação. A cidade modernizou-se com a urbanização da orla fluvial e com o novo visual dos arcos da ponte Eurico Gaspar Dutra, agora ocupados por pequenos bares e restaurantes.

Gostou do Post? Compartilhe:

Curaçá

29 de outubro de 2016
Curaçá

Curaçá

A literatura registra dados históricos de Curaçá a partir do século XVI. Em 1562 o jesuíta Luís de Gran iniciou os trabalhos de catequese com os índios que habitavam o Vale do São Francisco. Por volta de 1593 o bandeirante Belchior Dias Moreira chegou às terras de Pambú, que veio a ser a primeira sede do município. Na ocasião o referido bandeirante desbravou também a Serra do Ouricuri, hoje conhecida como Serra da Borracha.

Gostou do Post? Compartilhe:

Casa Nova

29 de outubro de 2016
Casa Nova

Casa Nova

O novo destino ecoturístico do interior baiano, Casa Nova, é um dos pontos mais remotos da Bahia. Situado na divisa com Piauí e Pernambuco, o município possui seu principal povoamento na barranca do Rio São Francisco, enquanto seu grande território se estende sertão adentro, com caatingas, várzeas, chapadas e serras dignas das melhores descrições de Euclides da Cunha. Reinado de vaqueiros que, vestidos em roupas de couro, debaixo de sol intenso, pegam gado malabár em ermos, onde, até hoje, se encontram vastidões de flora e fauna intocadas, como nas mais inspiradas histórias de Guimarães Rosa.

Gostou do Post? Compartilhe:

Santa Brígida

29 de outubro de 2016
Santa Brigida

Santa Brigida

O município de Santa Brígida recebeu este nome em 16 de julho de 1817. Até então, ele era conhecido como “Itapicuru de Cima”. A história da cidade começou quando um fidalgo português, Antônio Manoel de Souza, se casou com uma brasileira chamada Brígida. Após a morte da mulher, o fidalgo, que era proprietário de terras, decidiu doá-las e, no ato da escritura, mudou o nome para o de Santa Brígida.

Gostou do Post? Compartilhe:

Rodelas

29 de outubro de 2016
Rodelas

Rodelas

Está localizado no norte da Bahia. Faz limites com os municípios de Paulo Afonso, Glória, Macururé, Chorrochó e Jeremoabo (na Bahia), e com os municípios de Floresta, Belém do São Francisco, Itacuruba e Petrolândia (em Pernambuco). Abriga a tribo de índios Tuxá, que conta hoje com população de 850 índios, que ocupam área de 6.998 hectares localizada nas proximidades da cidade.

Gostou do Post? Compartilhe: